A recompensa do homem nessa vida

Publicado no blog “Rádio Voz da Promessa“:
Pr. Carlos Azevedo

Esse texto abaixo me fez refletir: se morresse hoje e antes do último suspiro, alguém me perguntasse: “Senhor, como se sente, e como foram seus últimos anos de vida?” Responderia: “foram maravilhosos e me sinto muito bem porque vivi com Cristo e com uma família maravilhosa, estou feliz porque estou partindo para está para sempre com Cristo.”

Amados, isso nos faz refletir sobre aquilo de mais importância na nossa vida, Deus e nossa Família. Faça o melhor que você poder hoje pela sua família, pelas pessoas mais importantes da sua vida. Faça alguém feliz ainda hoje porque amanhã será tarde de mais.
Reflita no texto abaixo e responda a si mesmo: para que tantas conquistas aqui na terra, para que tantas guerras, para que tanta riqueza? Não somos amados pelo que temos, mas pelo que representamos para o outro, se alguém é admirado pelo que tem ou pela sua força, qual o sentimento que fica quando ele se vai? Pense nisso enquanto você pode; ainda há tempo para mudar, faça isso agora. Ame a Deus de todo o teu coração e o teu próximo como a ti mesmo. Quer saber por que falo isso? Então leia esse texto, se você crê que a Bíblia é a palavra de Deus vai entender.
Os vivos estão sabendo que devem morrer, mas os mortos não sabem nada, nem terão recompensa, porque a lembrança deles cairá no esquecimento.
Seu amor, ódio e ciúme se acabam, e eles nunca mais participarão de nada que se faz debaixo do sol.
Portanto, vá, coma o seu pão com alegria e beba o seu vinho com satisfação, porque com isso Deus já foi bondoso para com você.
Que suas roupas sejam brancas o tempo todo, e nunca falte perfume em sua cabeça.
Goze a vida com a esposa que você ama, durante todos os dias da vida fugaz que Deus lhe concede debaixo do sol. Essa é a porção que lhe cabe na vida e no trabalho com que você se afadiga debaixo do sol.
Tudo o que você puder fazer, faça-o enquanto tem forças, porque no mundo dos mortos, para onde você vai, não existe ação, nem pensamento, nem ciência, nem sabedoria.
Observei outra coisa debaixo do sol: não é o mais veloz que ganha a corrida, nem é o mais forte que vence na batalha. O pão não é para os mais sábios, nem as riquezas para os mais inteligentes, nem o favor para os mais cultos, porque tudo depende do tempo e do acaso.
Além disso, o homem não conhece o dia da própria morte: ele é como os peixes, que são pegos na rede, ou como os pássaros que caem presos na armadilha. Da mesma forma, o homem é surpreendido pela desgraça que cai sobre ele de improviso.
Também vi debaixo do sol este exemplo de sabedoria que me pareceu muito importante:
Havia uma pequena cidade com poucos habitantes. Um grande rei foi contra ela. Cercou-a, e construiu contra ela máquinas de guerra.
Nela se encontrou um homem, de origem pobre, mas sábio. Com sua sabedoria ele salvou a cidade. Contudo, ninguém mais se lembrou desse homem pobre.
Por isso, concluo que a sabedoria vale mais do que a força, porém a sabedoria do pobre é desprezada, e ninguém dá ouvidos às palavras dele.
Palavras calmas de sábios são mais ouvidas do que gritos de um poderoso, que fala no meio dos insensatos.
Mais vale a sabedoria do que os instrumentos de guerra, mas um só erro pode anular muita coisa boa“. Eclesiastes 9:5-18 – Tradução Católica
Muitas coisas que temos, fazemos e julgamos importante, dependendo da situação é pura besteira  e para nada serve. Como você está vivendo o hoje? Pense nisso!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s